Ensino Bíblico para Nossa Edificação

A Bíblia nos ensina de várias maneiras, mas existem momentos em que ela nos revela segredos e nos oferece tesouros.

Estas três características: ensinar, revelar e oferecer estão diretamente ligados à forma como a lemos e desejamos entendê-la.

Ex: Se estudarmos a Bíblia de forma regular, buscando aprender para recitar na hora da dificuldade ou para saber o que fazer quando já tentamos de tudo, ela nos ensina. Ensina que não estamos sós, ensina que Deus é amor, ensina que só Jesus salva, etc. Ela nos ensina tudo que sabemos até hoje e nos orgulhamos de saber decorado.

Se lermos a Bíblia aprendendo e buscando entender o que o Espírito Santo nos ensina, buscando escutar sua voz e aprender além das palavras escritas para vivermos estas palavras, iremos perceber que o Espírito Santo vai nos revelar segredos, os segredos da Vida com Deus. São segredos profundos e é neste ponto que sempre repetimos: “já li esta passagem muitas vezes e nunca havia entendido desta forma…” Mas lembre-se: Deus não se revela a curiosos, pois sabe que não obedecerão às suas Palavras.

Mas existe algo mais. Algo que é tão importante quanto o ensino e os segredos revelados, mas nos obriga a sair daquele lugar de conforto, que conhecemos tão bem e isto os torna mais difíceis de serem alcançados. Somente pela fé chegaremos a eles. Estes são os tesouros oferecidos. Neste ponto teremos que nos mover, pois, se são oferecidos precisamos ir busca-los. É quando precisamos mudar de vida, atitude, conceitos e até doutrinas. É necessário que se pague o preço de chegar até eles.

Ex: II Reis 4. 1-7

Certo dia, a mulher de um dos discípulos dos profetas foi falar a Eliseu: “Teu servo, meu marido, morreu, e tu sabes que ele temia o SENHOR. Mas agora veio um credor que está querendo levar meus dois filhos como escravos”.

Eliseu perguntou-lhe: “Como posso ajudá-la? Diga-me, o que você tem em casa?” E ela respondeu: “Tua serva não tem nada além de uma vasilha de azeite”.

Então disse Eliseu: “Vá pedir emprestadas vasilhas a todos os vizinhos. Mas peça muitas”.Depois entre em casa com seus filhos e feche a porta. Derrame daquele azeite em cada vasilha e vá separando as que você for enchendo”.

Depois disso ela foi embora, fechou-se em casa com seus filhos e começou a encher as vasilhas que eles lhe traziam.

Quando todas as vasilhas estavam cheias, ela disse a um dos filhos: “Traga-me mais uma”. Mas ele respondeu: “Já acabaram”. Então o azeite parou de correr.

Ela foi e contou tudo ao homem de Deus, que lhe disse: “Vá, venda o azeite e pague suas dívidas. E você e seus filhos ainda poderão viver do que sobrar”.

Nesta passagem temos  três grandes ensinamentos bíblicos.

Se lermos para aprender, de forma regular, como foi descrito no primeiro ensinamento e infelizmente é assim que a maioria dos cristãos leem, iremos aprender que Deus é poderoso para fazer milagres, misericordioso e que sua providência é constante. Que o homem de Deus não se decepciona, etc. Isto é muito importante de ser entendido, mas não é tudo. Podemos tirar vários ensinamentos e alguns até acham que já é suficiente aprendizado sobre a Bíblia e Deus.Porém, se lermos buscando o que o Espírito Santo quer nos ensinar, o segredo que nos é revelado é que não devemos agir da forma como achamos que devemos agir, pelo que vemos ou pelo que entendemos, mas sim pela forma como Ele nos diz para agir. A mulher poderia  ter entendido que era para vender o azeite a pagar as contas, mas ela somente o fez quando Deus disse o que fazer, através de Eliseu.

Mas se desejamos realmente seguir o que o Espírito Santo nos oferece e é aí onde está o tesouro oferecido, onde devemos mudar nossos modos e aceitar o que Ele diz iremos perceber que existem passos a serem tomados.

Por exemplo:

1º : V.1 – a mulher foi falar com Eliseu e lhe contou seu problema: “mas agora veio um credor que está querendo levar meus dois filhos como escravos”.  Ela espera pela reação do homem de Deus e este somente lhe pergunta o que ela tem em casa. Ela responde e ele a manda tomar uma atitude. Perceba que ela somente expôs seu problema e o Senhor já começou a agir.

2º: V. 5 – a mulher recebe as instruções e vai embora fazer de acordo com o que Eliseu disse. Ela não tentou enfeitar as palavras nem melhorar, mas fez exatamente como ele disse que fizera. Ela podia pensar: “o que meus filhos têm haver com isso?” Ou então: “eu estou desesperada e ele vem me dizer para pedir vasilhas emprestadas…” Ou mesmo pior: “você não acha que vou acreditar que com o pouco azeite que eu tenho vou conseguir encher todas as vasilhas que consegui, não é?”.  E é assim que fazemos muitas vezes. Pedimos ajuda a Deus mas não seguimos suas instruções ou até queremos dar uma “ajudinha”, “pois talvez não dê certo, é muito difícil de dar certo assim”.

3º: V. 7 – a mulher fez exatamente o que tinha que fazer e voltou para o profeta. Ela não tomou nenhuma decisão que entendeu que deveria tomar, mesmo a solução estando na frente dela, dentro das vasilhas. Não agiu rápido, pela necessidade, pois talvez não desse tempo de ir até Eliseu. Ela voltou. E somente então Eliseu disse o que fazer.

Este é o tesouro oferecido: Devemos fazer Deus conhecer as nossas situações, nossas dificuldades. Nos aproximarmos dEle confiantes de tudo o que a Bíblia ensina sobre Ele. Então quando Ele nos responder não devemos entender que é a resposta final. Mas sim perguntar o que eu faço com o que Tu me disseste ou me mostraste? E aí sim Ele vai dizer o que deve ser feito com o seu azeite: “vá e venda.” Ou “vá e dê aos pobres”. Ou “espere e veja”. Não sabemos o que Deus deseja até que Ele diga. Aprenda a não tomar nenhuma atitude sem que Ele diga que o faça. É aí que mora a dificuldade de agir pela fé, de mudar a forma de pensar e de agir. Por isso que é um tesouro e devemos nos levantar para ir busca-lo.

Lembre-se que estes  três exemplos biblicos estão disponíveis para aqueles que realmente desejam aprender, entender, descobrir e viver o que o Espírito Santo tem para ensinar, revelar e oferecer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado